Quando José Serra foi governador, São Paulo pôde menos

do blog os amigos do presidente Lula

Serra, o demolidor! Para o governador demo-tucano, “derrubar prédios é uma terapia!”

Dá para confiar em José Serra, quando ele insinua que o Brasil poderia fazer mais, se ele fosse presidente?

O discurso é tão falso, que ele não apresentou nadica de nada provando que São Paulo “pôde mais” quando ele foi governador.

O que se viu no governo do demo-tucano, foi São Paulo apresentar um desempenho muito aquém do seu potencial e do resto do Brasil. Um governo medíocre, entre os piores, senão o pior, da história de São Paulo.

Com o custo de produzir em São Paulo afetado pelo alto custo do frete devido a pedágios abusivos, engarrafamentos, alagões, com a privatização ou terceirização de tudo encarecendo as tarifas, com o arrocho no fluxo de caixa das empresas através da substituição tributária em plena crise, São Paulo perdeu competitividade para outros estados brasileiros e para outros países.

No governo Serra, servidores públicos de carreira de estado, como policiais, professores, médicos e enfermeiros públicos, e funcionários da administração pública em geral, chamam a sigla PSDB de Pior Salário Do Brasil, porque estados muito mais pobres pagam melhores salários a seus professores, policiais e outros funcionários.

O resultado é uma coleção de fracassos e escândalos de corrupção na secretaria de segurança pública, e criminalidade e violência aumentando e atingindo cidades do interior paulista, antes tranquilas.

Na educação acontece o mesmo. O desempenho de São Paulo não anda, a educação não melhora. Jovens qualificados, alguns com curso superior, preferem trabalhar como balconistas em um Shopping do que ser professor, porque ganham mais no shopping.

Obras de infra-estrutura caíram, como a cratera do metrô, as vigas do rodoanel, outras se resumem à maquetes, chegando ao cúmulo de inaugurar maquete de uma ponte duas vezes: em 2009, e 2010 de novo. Só a maquete, sem que nem a licitação tenha andado. As obras que andam são as que tem financiamento externo e federal, porque são fiscalizadas. Há recursos federais que não são aproveitados por São Paulo porque falta projetos do governo estadual para que a verba possa federal ser liberada.

Serra é lobo em pele de cordeiro. Para o antigo Brasil arcaico demo-tucano, ele continua prometendo o eterno discurso do “país do futuro”.

Sobre prestar contas do seu desempenho pífio e fracassos em São Paulo, ele não deu nenhuma palavra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s