Rede em Defesa da Humanidade denuncia agressão imperialista contra a região

do site adital

Letra
A- A+
Karol Assunção *
Adital –

A concentração de tropas estrangeiras segue elevada em territórios latino-americanos e caribenhos. Na quarta-feira passada (20), a Rede de Redes em Defesa da Humanidade divulgou uma convocatória em que denuncia a “agressão imperialista” dos Estados Unidos contra a América Latina e o Caribe.Os dados divulgados por agências de notícias mostram a investida militar estrangeira na região, situação que ameaça a paz e a soberania dos povos. Somente no Haiti, até a última terça-feira (19), a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah) possuía 8.965 soldados de diversos países, como Brasil, Canadá e Argentina. Nessa semana, por conta do terremoto do último dia 12, o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), aprovou o envio de mais 3.500 soldados ao país.

 Os Estados Unidos lideram o número de efetivos no Haiti, com 5.800 e outros 7.500 devem chegar ao país caribenho nos próximos dias. Um porta-aviões estadunidense também está no local, controlando o aeroporto internacional do Haiti. O país norte-americano também possui outras bases militares na região, como as de: Aruba, Curaçao, Guantánamo (Cuba), Panamá, Porto Rico e Soto Cano (Honduras).

Por conta disso, 144 intelectuais da Rede de Redes em Defesa da Humanidade divulgaram nesta semana um chamado pedindo a detenção da “escalada agressiva imperialista contra América Latina e Caribe”. Para os firmantes – entre eles o escritor uruguaio Eduardo Galeano e o argentino Prêmio Nobel da Paz Adolfo Pérez Esquivel -, mesmo com a chegada de Barack Obama à presidência dos Estados Unidos, a relação do país com a América Latina e o Caribe permaneceu a mesma.

“Persistem e aumentaram as ameaças à integridade territorial e à soberania de nossos países. Como assinalou o comandante Fidel Castro, ‘o golpe de Estado em Honduras e o estabelecimento de sete bases militares na Colômbia são feitos recentes ocorridos em posteridade à tomada de posse do novo presidente dos Estados Unidos’”, destacam.

Para eles, a hegemonia midiática contribui para o imperialismo ao “enganar a opinião pública, confundi-la e utilizá-la para seus fins de dominação”. Na opinião deles, tais agressões imperialistas atrapalham os verdadeiros objetivos dos povos latino-americanos e caribenhos de paz e de luta por sociedades mais justas e igualitárias.

“Chamamos todas as pessoas e as organizações articuladas na Rede de Redes em Defesa da Humanidade a denunciar por todas as vias possíveis os planos belicistas do imperialismo, a aderir a esta convocatória e a dá-la a conhecer nas organizações internacionais, nos governos, parlamentos e partidos políticos.”, solicitam.

A convocatória, a lista completa de assinantes e a adesão à convocatória podem ser conferidas em: http://www.porlapaz.info

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s